Pulseira de Tiririca Krahô

As BIOJOIAS KRAHÔ são feitas a partir de sementes e fibras do cerrado, tudo coletado pelas artesãs Krahô da Aldeia Pedra Branca. Detentoras de um conhecimento ancestral, as mulheres Krahô dominam técnicas de beneficiamento que garantem a alta durabilidade das sementes de tiririca e cabeça de formiga.
Pulseira feita pelas artesãs Krahô, com tiririca e fibra de tucum.

Os Krahô vivem no nordeste do Estado do Tocantins.

Dimensões em cm (comprimento x largura): 18,5 X 4,5 cm

R$ 139,00

ou em 3x de R$ 46,33

Produto indisponível

Enviado com sucesso!

Houve um problema ao enviar.

DESCRIÇÃO DO PRODUTO

As BIOJOIAS KRAHÔ são feitas a partir de sementes e fibras do cerrado, tudo coletado pelas artesãs Krahô da Aldeia Pedra Branca. Detentoras de um conhecimento ancestral, as mulheres Krahô dominam técnicas de beneficiamento que garantem a alta durabilidade das sementes de tiririca e cabeça de formiga.
Pulseira feita pelas artesãs Krahô, com tiririca e fibra de tucum.

Os Krahô vivem no nordeste do Estado do Tocantins.

Dimensões em cm (comprimento x largura): 18,5 X 4,5 cm

TABELA DE MEDIDAS
Pulseira de Tiririca Krahô
Pulseira de Tiririca Krahô
Pulseira de Tiririca Krahô
Pulseira de Tiririca Krahô
Pulseira de Tiririca Krahô
Pulseira de Tiririca Krahô
Pulseira de Tiririca Krahô
Pulseira de Tiririca Krahô
Pulseira de Tiririca Krahô
CONHEÇA A ETNIA QUE PRODUZIU ESTE PRODUTO
Krahô
CONHEÇA A ETNIA QUE PRODUZIU ESTE PRODUTO
Krahô

KRAHÔ

Etnia:Krahô

Autodenominação: Mehin

Língua/Tronco linguístico: Jê

Localização: TO

População: 2992 (Siasi/Sesai, 2014)

Os Krahô chamam a si próprios de Mehin, um termo que no passado era provavelmente também aplicado aos demais povos falantes da língua Timbira que viviam conforme a mesma cultura. Os Krahô vivem no nordeste do Estado do Tocantins, na Terra Indígena Kraolândia, situada nos municípios de Goiatins e Itacajá. Em pleno cerrado as fibras naturais são onipresente em seu cotidiano Krahô, seus cestos de folhas de buriti são usados para transporte e armazenamento de alimentos e objetos. Do talo do buriti confeccionam outro tipo de cesto, para miudezas, as esteiras também são trançadas com fibra de buriti além da presença na própria arquitetura local. O uso da cabaça também é um traço deste grupo que a transforma em recipiente, cuia, pequenas taças de uso ritual e em alguns instrumentos sonoros.

Fonte: Instituto S...

SUCESSO
FALHA
AUTONOMIA

AUTONOMIA

Promovemos a autonomia das organizações nas tomadas de decisão.

EQUILIBRÍO FINANCEIRO

EQUILIBRÍO FINANCEIRO

Relações equilibradas e simétricas que valorizam os modos de vida das populações tradicionais e indígenas.

ATIVISMO

ATIVISMO

Usamos nossos canais de comunicação para promover e engajar a sociedade à pauta do movimento indígena do Brasil.

MONITORAMENTO DE IMPACTO

MONITORAMENTO IMPACTO

Acompanhamos os impactos gerados com a venda dos artesanatos nas comunidades e em seus territórios.

TRANSPARÊNCIA

TRANSPARÊNCIA

Existência de espaços democráticos de negociação e diálogos entre as partes e transparência no acesso à informação e nas negociações.

PARCERIA

PARCERIA

Construímos parcerias sólidas e duradouras com as Artesãs e suas comunidades.